• Ariel Palacios lança "Os Argentinos" em Londrina

  • Redação

O jornalista e correspondente da Globo News em Buenos Aires, Argentina, Ariel Palacios, 46 anos, lança nesta quinta-feira (7), às 19h, nas Livrarias Curitiba do Shopping Catuaí, o livro "Os Argentinos". O lançamento terá sessão de autógrafos e bate-papo com o autor. Ariel Palacios é argentino, nascido em Buenos Aires e formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo na Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Na sexta-feira (8), às 8h, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Palacios profere a palestra "Da Economia ao Futebol: um retrato falado dos argentinos", seguida de debate com o público. Ambos os eventos têm patrocínio da Rádio CBN Londrina.

Divulgação

Ariel Palacios lança "Os Argentinos" em Londrina - Divulgação

O livro Os Argentinos faz um panorama político, social e

econômico, desmistificando clichês existentes sobre a

Argentina

"Os Argentinos" marca a estreia de Ariel Palacios no mercado editorial. É um panorama político, econômico e social e desmistifica clichês existentes sobre a Argentina. O título, que integra a coleção "Povos & Civilizações" da Editora Contexto, conta como os argentinos são, como vivem, sua conturbada história, suas crenças e como, ao contrário do que muitos acreditam no Brasil, gostam e admiram seus vizinhos brasileiros.

A história político-econômica, social e geopolítica da Argentina tem mudado muito nas últimas décadas e o objetivo da obra, de acordo com o autor, é mostrar ao leitor brasileiro a estrutura de um país cheio de contrastes e antagonismos. Temas como a cultura, o dia a dia, a idiossincrasia, a gastronomia, os mitos, a história, a política, a economia e o futebol, entre outros, estão divididos em 14 capítulos, com linguagem fluida e uma abordagem divertida e, ao mesmo tempo, profunda.

"A ideia era fazer um livro que ajudasse a acabar com os clichês dos brasileiros em relação ao país vizinho e que abordasse os mais diversos aspectos da sociedade argentina", diz Palacios, que há mais de 15 anos atua em grandes veículos da imprensa brasileira. O futebol, ou o "fútbol" (ou, popularmente, "el fulbo"), é apresentado como a paixão esportiva número um dos argentinos. E, ao contrário do que acredita uma grande parte dos brasileiros, o principal rival da Argentina no futebol é a Inglaterra, por questões geopolíticas, mais especificamente a Guerra das Malvinas (1982). "Nesse contexto, quando o Brasil enfrenta a Inglaterra, os argentinos sempre torcem a favor do Brasil", revela.

A economia argentina sempre causou surpresa aos economistas de todo o planeta, já que o país, que representava 50% do PIB latino-americano em 1910, atualmente representa apenas 7,7%. "O país passou pelas mais esquizofrênicas políticas econômicas, indo de governos estatizantes aos mais intensos neoliberais, para voltar de novo às estatizações. Durante a crise de 2001-2002, além do peso, os argentinos operavam com o dólar e mais de uma dúzia de 'moedas paralelas' cujas cédulas pareciam notas do 'Banco Imobiliário'", comenta o autor.

O livro também retrata as peculiaridades da história, desde as duas fundações da cidade de Buenos Aires (a segunda delas, protagonizada por um basco acompanhado de uma centena de paraguaios), até a existência de duas datas nacionais. Palacios destaca que a Argentina é um país altamente politizado, embora careça de uma tradição de institucionalidade: somente quatro presidentes civis conseguiram completar seus mandatos nos últimos 80 anos.

"A Argentina é o país com o qual compartilhamos o 'portunhol', este peculiar 'idioma', falado tanto por turistas como por presidentes. E é também a terra do 'lunfardo', a sui generis gíria usada no tango e na vida cotidiana", completa Palacios. O país é a terra de mitos como Juan Domingo Perón e sua mulher Evita; de Carlos Gardel, de Diego Armando Maradona, entre outros. Parte destes mitos está enterrada, "pero no mucho". Esse é o caso de Perón e Evita, que, apesar de mortos há décadas, ainda arrebanham votos nas eleições argentinas.

Sobre o autor

Ariel Palácios, 46 anos, é portenho. Formado em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina, fez o Master de Jornalismo do jornal El País (Madri) em 1993. É correspondente do jornal O Estado de S. Paulo em Buenos Aires, desde 1995, e do canal de notícias GloboNews, desde 1996.

Ficha técnica
Título: Os Argentinos
Editora: Contexto
Formato: 16,5 cm x 21,5 cm
Páginas: 368
Preço: R$ 49,90

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Publicidade

Publicidade

Loterias

  • Números sorteados
  • 15
  • 16
  • 18
  • 20
  • 22
  • 48

Shopping

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - odiario.com é um parceiro do IG Regionais.

Receba Notícias por Email