• Carreira militar tem leque de opções

  • Eduardo Alves

Qual criança não brincou, ao menos uma vez, de ser soldado do Exército, piloto da Força Aérea, recruta da Marinha, ou algum outro oficial das Forças Armadas? É desde pequeno que muitas pessoas cultivam o sonho de vestir um uniforme militar.

Com a valorização cada vez maior das oportunidades de empregos no setor público, a carreira militar também desperta interesse entre quem almeja segurança e estabilidade na profissão. Mas como ingressar na carreira militar e quais os requisitos para ser um oficial, são critérios que poucas pessoas conhecem.

Os interessados em ingressar na carreira militar, no entanto, devem se preparar para sair de Maringá. "Pelo Tiro de Guerra não há como seguir na carreira militar, além dos nove meses do serviço militar obrigatório", explica o subtenente Fabian Wouters, oficial responsável pela corporação, em Maringá.

Após o serviço obrigatório, os soldados são desligados ao receberem o certificado de reservista. O subtenente ressalta que militar de carreira só ingressa por meio de concurso público.

Militares de carreira, oficiais ou sargentos, ingressam no Exército por meio de concursos públicos nacionais, divididos por faixa etária e escolaridade de cada candidato.

 

Douglas Marçal

Carreira militar tem leque de opções - Douglas Marçal

Fabian Wouters, responsável pelo Tiro de Guerra, em Maringá, ingressou na carreira quando tinha 18 anos

 

Os concursos são para cada uma das escolas de formação militar, são elas: Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx); Academia Militar das Agulhas Negras (Aman); Instituto Militar de Engenharia (IME); Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx); Escola de Saúde do Exército (EsSEx) e a Escola de Sargento das Armas (EsSa).

Na EsPCEx, os candidatos têm de ter o segundo ano do ensino médio, em curso ou completo. Apenas jovens do sexo masculino podem se candidatar para essa escola, que é preparatória para o ingresso na Aman. A Academia Militar das Agulhas Negras é responsável pela formação do oficial de carreira das Armas, seja infantaria, cavalaria, artilharia, engenharia ou comunicações, além do serviço de intendência e do quadro de material bélico.

Quem já tem ensino médio, ou é graduado em Engenharia, pode ingressar por meio do IME, que é responsável pela formação do oficial engenheiro militar de carreira.

Quem tem curso de graduação concluído, pode tentar ingresso pela EsFCEx, que possibilita o ingresso de homens e mulheres, já graduados no ensino superior dentro das áreas de interesse do Exército, no serviço militar, com a possibilidade de ser um militar temporário, servindo às Forças Armadas por até oito anos.

A Escola de Saúde do Exército é a porta de entrada para pessoas que cursaram graduação na área da saúde. O curso para sargento possibilita a entrada de ambos os sexos, desde que a pessoa tenha o ensino médio concluído e tenha terminado um curso técnico em Enfermagem.

O curso para oficial oferece oportunidade para graduados em Medicina, Odontologia e Farmácia. A EsSa, é outra oportunidade de ingresso, mas é exclusiva para a formação de sargentos de carreira de infantaria, cavalaria, engenharia, comunicações e artilharia.

Farda

O subtenente Wouters ingressou na carreira militar em 1989, então com 18 anos e cursando faculdade de Educação Física no Rio Grande do Sul. Nascido em São Pedro do Sul (RS), ele conta que a opção pela carreira não lhe tinha passado pela cabeça, até os 17 anos. "Eu sequer pensava em me tornar militar.

Eu fazia Educação Física, mas meu irmão mais velho era do Exército e eu comecei a ver as atividades que ele fazia na corporação e aquilo me interessou, principalmente pelas atividades físicas do quartel", explica.
Com 23 anos de carreira militar, o subtenente diz que não se arrepende da opção profissional.

"O Exército me proporcionou conhecer muitos lugares no Brasil, além de realizar uma série de atividades para poucas pessoas. De 1998 até 2000, por exemplo, eu fui membro do batalhão da guarda presidencial, fazendo a escolta do presidente em vários eventos e cerimônias", afirma.

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Publicidade

Publicidade

Loterias

  • Números sorteados
  • 16
  • 29
  • 34
  • 35
  • 49
  • 51

Shopping

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - odiario.com é um parceiro do IG Regionais.

Receba Notícias por Email