• Pichação: aprenda como apagar esta mancha

  • Redação

Seja em metrópole ou em município do interior, não há cidade livre das teríveis pichações em muros e fachadas de imóveis comerciais, industriais e residenciais.

A ação de vândalos causa prejuízos financeiros e emporcalha as cidades. Difícil é impedir, mas há como minimizar os estragos ou até coibir a ação, através de produtos químicos, sistemas de segurança e medidas arquitetônicas.

Existe no mercado tintas e vernizes que permitem a retirada de pichações, através de uma simples lavagem com água e sabão. Um desses produtos é o Antigraf, desenvolvido pelos químicos Francisco Rodrigues de Lira e Hildebrando Lucas Santos, de São Paulo, que promete agregar, além da proteção contra as pichações, propriedades anti-impregnantes, antifungos, antichamas e ainda maior resistência às intempéries, como sol e chuva.

Esse produto disponível tanto na versão verniz transparente, como em tintas (variada cartela de cores) pode ser aplicado em superfícies de concreto, argamassas, tijolos, pedras, mármores, massa raspada, metais em geral, madeiras e plásticos, dentre outros.

No caso de sua utilização em concreto, antes da aplicação o local deve hidrojateado. Já nas superfícies metálicas, a recomendação é uma preparação normal, com um fundo (primer), antecedendo a pintura, e o uso de lixas. "Para melhores resultados devem ser aplicadas duas demãos com rolo de lã de carneiro de pelo curto, pincel ou pistola", explica Lira.

A secagem ocorre em aproximadamente seis horas após a aplicação, e em 24 horas qualquer pichação já pode ser totalmente removida. Em geral, um litro cobre uma demão de 7 a 8 metros quadrados e o consumidor não sente uma significativa diferença no preço em relação aos produtos convencionais. " Nossa tinta tem o custo similar ao de uma tinta industrial", contabiliza o químico.

 

Divulgação

Pichação: aprenda como apagar esta mancha. Divulgação

Tinta aerossol causa prejuízos financeiros e estéticos

 

Alternativas arquitetônicas

É a fachada do imóvel comercial que se apresenta como cartão de visitas para o cliente. Por isso, para causar uma boa impressão, estar livre de pichações é essencial.

Nesse sentido, além da pintura com tintas e vernizes especiais, a arquiteta Andréia Gonçalves sugere o emprego de pastilhas e outros acabamentos cerâmicos, que são fáceis de limpar e esteticamente interessantes na composição do ambiente do imóvel como um todo.

Quando o assunto é conter a investida dos pichadores em residências, uma das possibilidades elencadas pela arquiteta é recorrer ao uso de grades, ao invés dos muros altos.

Já para aqueles que não abrem mão de uma casa murada, a solução é forrar todo este espaço com plantas. Podem ser utilizadas para tal "trepadeiras unha gato" ou ainda cercas vivas de arbustos e folhagens plantadas diante dos muros. Pedras de formatos e texturas irregulares e em tons mais escuros completam a lista de possibilidades.

"Tenho certeza de que podemos ser bem mais criativos que os pichadores. Se eles gostam de muros grandes e limpos, então vamos dar o contrário a eles, investindo em mais elementos decorativos", complementa Andréia.

Tecnologia contra o pichador

A tecnologia também possui suas armas contra a investida dos pichadores. De acordo com o administrador da Atlanta Alarmes, Cesar Indras, optar por câmeras de vigilância nas áreas externas das residências e do comércio é uma das maneiras de intimidar e registrar a ação.

"Muitas vezes apenas o fato da câmera estar presente já contribui para que o vândalo procure outro local para agir. No entanto, esses dispositivos servem, ainda, para flagrar o momento da pichação. Desse modo, o proprietário pode encaminhar a imagem para a polícia que tentará identificar o malfeitor", afirma Indras.

Outra medida que auxilia no combate dessa prática é a ronda de vigilantes, porém, com simples mudanças de hábito, como deixar luzes acesas na área externa dos imóveis à noite ou instalar lâmpadas com fotocélula – aquelas que apagam de dia e acendem quando o sol vai embora – ajudam a inibir os pichadores.

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Publicidade

Publicidade

Loterias

  • Números sorteados
  • 15
  • 16
  • 18
  • 20
  • 22
  • 48

Shopping

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - odiario.com é um parceiro do IG Regionais.

Receba Notícias por Email