• Estudante denuncia prática de racismo após ser impedida de entrar em banco em Londrina

  • Juliana Leite

A mobilização de estudantes e entidades negras de Londrina marcou o Dia Internacional contra a Discriminação Racial nesta quarta-feira (21). O grupo realizou um protesto em frente ao banco Itaú da Avenida Souza Naves, entre as ruas Alagoas e Cambará, na região central da cidade. O motivo do piquete foi o impedimento da entrada da mestranda em Psicologia da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Thaiza Carvalho Corrêa, de 27 anos, no local.

Segundo Thaiza, ela foi barrada no estabelecimento por volta das 15h de terça-feira (20). Ela tentou por diversas vezes entrar no banco, no entanto, a todo momento a porta automática travava. Mesmo tendo retirado todos os objetos de metal ela continou a aguardar do lado de fora para utilizar o caixa eletrônico.

"Foi formando uma fila do lado de fora e as pessoas começaram a me olhar. Já tinha tirado a carteira, moeda, chave, celular, notebook, tudo. Só estava com uma blusa de frio na mochila e mesmo assim não consegui entrar", contou.

Fotos José Mendes

Estudante denuncia prática de racismo após ser impedida de entrar em banco em Londrina. José Mendes

Manifestantes realizaram um protesto nesta quarta-feira (21) contra atitude de funcionários do banco Itaú

Ela disse que dois seguranças - uma mulher e um homem - a impediram de entrar e resolveram chamar a gerência do banco Itaú. "Todos entraram e eu fiquei esperando sozinha lá fora. A gerente pediu para olhar minha mochila e mostrei que não tinha nada de metal. Me senti a pior das criaturas, muito constrangida", afirmou.

A espera para entrar no banco durou aproximadamente 30 minutos. Somente após a chegada da gerente é que a mestranda foi liberada. "Ainda perguntei sobre o detector de metal, o que tinha acontecido com ele. Ela (a gerente) disse que eu só estava entrando porque ela havia me autorizado", disse.

Thaiza, que apenas queria fazer a retirada de dinheiro, ficou pouco tempo dentro da agência e foi embora. "Foi uma situação extremamente humilhante", declarou. Na manhã desta quarta-feira ela registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) e foi encaminhada para a Delegacia da Mulher.

"O problema é que as pessoas não levam a frente esse debate. Se acostumam com a discriminação. Até mesmo as pessoas que agem assim se acostumam e fazem o que querem por isso. O racismo continua acontecendo, independente da classe social", disse.

Estudante denuncia prática de racismo após ser impedida de entrar em banco em Londrina. José Mendes

Estudante registrou caso na polícia de Londrina

Através da rede social Facebook, o protesto intitulado "Tire o seu racismo do caminho, que eu quero passar com a minha cor!" foi agendado para o meio-dia desta quarta-feira. Entidades como o Núcleo de Estudos Afro-Asiáticos (NEAA), Federação Umbandista do Estado do Paraná, Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial além de representantes da Câmara Municipal de Londrina participaram da movimentação.

Segundo Thaiza, a mobilização continua e a partir das 18h, no Restaurante Universitário, também haverá novos protestos. O debate segue para o CCH da UEL.

A coordenadora do Núcleo de Estudos Afro-Asiáticos (NEAA), Rosane da Silva Borges, destacou que a fala da gerente, assim como o andamento de toda a situação culminou para a situação de racismo.

"A gente sabe que existe regra e que ela tem que ser seguida pelos seguranças. Até aí não há nenhum tipo de racismo, todo mundo passa por isso. A leitura corpórea, a fala da gerente e o procedimento das pessoas acabam caracterizando o racismo. Se a estudante tivesse os signos de mulher rica e poderosa não teria sido submetida a isso", disse.

A gerente geral da agência bancária foi procurada pela reportagem de odiario.com, mas a informação é que por volta das 15h30 ela teria saído para horário de almoço. Por volta das 16h30, a gerente foi contactada e informou que o banco não autorizou funcionários a comentar sobre o assunto.

Veja também

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.


Publicidade

Publicidade

Loterias

  • Números sorteados
  • 10
  • 14
  • 25
  • 29
  • 33
  • 57

Shopping

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - odiario.com é um parceiro do IG Regionais.

Receba Notícias por Email