• Duas empresas vão executar a duplicação da PR-445 entre Londrina e Cambé

  • Pauline Almeida

Duas empresas venceram a licitação para execução da duplicação da PR-445, no trecho entre os municípios de Londrina e Cambé. São cerca de 17 km de asfalto, com a construção de viadutos, em um perímetro bastante perigoso, atendendo à uma reivindicação antiga da comunidade.

A Construtora Sanches Tripoloni, de Maringá (96 km de Londrina), será a responsável por dois dos três lotes abertos na concorrência pública. Para o primeiro lote – de seis quilômetros entre o distrito de Maravilha e a Avenida Harry Prochet, em Londrina – nove empresas apresentaram propostas. O valor máximo orçado foi de R$ 25 milhões e a empreiteira maringaense levou por R$ 23.586.917,05.

No segundo lote, eram 13 concorrentes pelo trecho de cinco quilômetros até a Universidade Estadual de Londrina (UEL), também vencido pela Sanches Tripoloni por R$ 30.360.591,18. A empresa é conhecida pelas denúncias de corrupção feitas no ano passado sobre o Ministério dos Transportes. Ela é a responsável pela obra do Contorno Norte, em Maringá, considerada uma das mais dispendiosas em execução.

Parra & Alegre

Duas empresas vão executar duplicação da PR-445 - Parra & Alegre

A obra vai melhorar o tráfego na região, considerada a

mais perigosa dentro do perímetro patrulhado pela 2ª

Companhia de Polícia Rodoviária Estadual

No último trecho, entre a UEL e a BR-369, a Construtora Triunfo apresentou o menor preço, R$ 39.902.350,66.

O coordenador da Região Metropolitana de Londrina (Comel), Victor Hugo Boselli Dantas, explicou que os resultados ainda podem ser contestados. "Temos que aguardar porque estamos no período de recursos. Foi publicado no dia 5 no Diário Oficial e agora vamos aguardar para ver se terá algum recurso ou se os nomes serão homologados", explicou.

A partir da data da homologação da vencedoras, elas terão entre 30 e 35 dias para o início das obras, previstas para serem finalizadas em até dois anos. "É a grande aspiração de Londrina. Temos uma rodovia que hoje virou uma rua da cidade e vai evitar mortes, na rodovia que já é conhecida como Rodovia da Morte. A finalidade maior é evitar a perda de vidas, mas também vai aumentar a mobilidade urbana e a integração com a zona sul da cidade", colocou.

Veja também

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Publicidade

Publicidade

Loterias

  • Números sorteados
  • 15
  • 16
  • 18
  • 20
  • 22
  • 48

Shopping

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - odiario.com é um parceiro do IG Regionais.

Receba Notícias por Email