• Entidades de atendimento a dependentes químicos estão sem receber repasse da Prefeitura de Londrina

  • Redação

Entidades ligadas ao atendimento de dependentes químicos em Londrina estiveram na sessão ordinária da Câmara Municipal na quinta-feira (28) para protestar contra o atraso no repasse de verba da prefeitura. Os vereadores manifestaram apoio aos diretores dos seis estabelecimentos. A líder do prefeito no Legislativo, Elza Correia (PMDB), garantiu que o problema já está sendo resolvido.

Notícias Relacionadas

De acordo com a vice-presidente do Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Álcool e outras Drogas (COMAD) e presidente da Associação Água Pura, Marilena Jordão Pescuma, todas as entidades que atuam nesta área ainda não receberam repasse do município em 2013, fato que tem gerado inúmeras dificuldades administrativas como também problemas para o atendimento dos dependentes químicos. A dirigente foi convidada pelo vereador Emanoel Gomes (PRB) para falar com os demais integrantes do Legislativo.

De acordo com Marilena, o orçamento da prefeitura aprovado no ano passado para 2013 estabelece repasse no valor R$ 623 mil/ano às entidades que trabalham na área. "Várias entidades já estão com as contas de água e luz atrasadas, correndo o risco de corte. Mesmo assim e contando com o auxílio principalmente das igrejas, as entidades estão mantendo as internações, os atendimentos ambulatoriais e o trabalho de redução de danos. Se a situação continuar muitas terão que colocar os pacientes na rua", afirmou a dirigente.

Devanir Parra / CML

Entidades de atendimento a dependentes químicos estão sem receber repasse da Prefeitura de Londrina - Devanir Parra/CML

Marilena cobra repasse da Prefeitura de Londrina

Ela disse ainda que o município está perdendo verba federal, proveniente nacional de enfrentamento ao crack, porque durante todo o ano passado não foram cumpridas as contrapartidas exigidas. "É mais um absurdo que estamos enfrentando, porque esse recurso era muito importante para as entidades. Como o município não fez a sua parte em 2012, o repasse de verba foi suspenso para este ano", informou.

A vereadora Elza Correia (PMDB), líder do prefeito Alexandre Kireeff (PSD), garantiu que o problema do repasse de recursos já está sendo resolvido. "Conversei com a secretária de Assistência Social e com o secretário de Governo e eles garantiram que o problema será resolvido rapidamente", disse a vereadora.

Elza Correia informou que a Prefeitura de Londrina fará o repasse de recursos às entidades até meados do mês de abril e lamentou a perda das verbas federais, afirmando que atual administração fará todo o esforço no sentido de resolver as pendências de anos anteriores para continuar participando do programa federal.

"É intenção do prefeito Kireeff inclusive implementar a proposta do vereador Marcos Belinati e implantar em Londrina uma clínica municipal especializada no tratamento de dependentes químicos", declarou a líder do Executivo.

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Blogs e Colunas

Publicidade

Publicidade

Loterias

  • Números sorteados
  • 20
  • 27
  • 49
  • 40
  • 55
  • 18

Shopping

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - odiario.com é um parceiro do IG Regionais.

Receba Notícias por Email